top of page

Preciso ser flexível para começar a praticar Yoga? - Dúvidas Frequentes

Atualizado: 6 de nov. de 2021

Começar Yoga está nos seus próximos planos, mas ainda tem dúvidas por aí?



Eu volta e meia ouço algo do tipo:

"Será que preciso ser flexível?"
"E se eu tiver uma lesão?"
"Como eu começo?"

Aqui separei as principais perguntas que eu já escutei de alunos. Quem sabe a sua dúvida já tem a resposta por aqui…:)


Como eu começo a minha prática?


O primeiro de tudo é entender o que é o Yoga. Yoga não é fazer posturas em um tapetinho. As posturas são ferramentas, não o objetivo: Elas são o caminho.

De uma forma bem resumida, o Yoga é um estado. É o estado de atenção plena. É o “controle das ondas mentais”. É estar presente. É conseguir controlar a mente.

Toda as as práticas, sejam as posturas, as técnicas de respiração, as técnicas de limpeza e etc, tudo isso são apenas ferramentas. Essas ferramentas te ajudam a ir “removendo” aquilo que você não é (como por ex, seus pensamentos) e te ajudando a entrar em estado meditativo com mais facilidade.

Você pode começar a prática do Yoga meditando 5 a 15 minutos por dia. Também pode começar fazendo algumas saudações ao sol quando acordar. Você decide o que é melhor para você e qual ferramenta você prefere porque no final, tudo isso te leva ao Yoga.


Eu preciso praticar todo dia?


Precisar não acho que é a palavra ideal...Você pode ou não, isso quem define é você. Contudo, o Yoga é muito baseado em disciplina e desapego.

Disciplina porque sem ela, você não evolui. Não dá pra fazer uma prática 1x por semana e esperar uma mudança significativa. A evolução vem à medida que se pratica diariamente.

Isso não significa que você deva exagerar: Vá no seu tempo e não ultrapasse seus limites pessoais.

O desapego é o desapego das metas e objetivos. No Yoga, não existe um “lugar que você queira chegar”. A ideia de fazer posturas não é só aprender a colocar o pé na cabeça.

O Yoga é uma prática pra você reconhecer a divindade que vive em você. Pra que você se lembre que, nesse mundo que te distrai a todo momento, você possui aquele refúgio dentro de si.

Portanto, você não necessariamente precisa praticar as posturas todos os dias, mas eu acho importante tirar, nem que seja 5 minutos do dia, para silenciar o externo e nos conectarmos com a nossa energia.

O Yoga é uma ferramenta para autoconhecimento. E você é a melhor pessoa para saber o que é melhor para você.


Preciso ser flexível para começar?


Não! Essa é uma dúvida super comum. Você não precisa ser flexível para praticar Yoga. A única coisa que você precisa precisa ter uma mente aberta e ser comprometido com a sua prática.

O alongamento das articulações, o fortalecimento dos músculos e a flexibilidade do corpo costumam vir com a tríade: Tempo, prática e consistência!

Também é necessário fazer um adendo: Nem todo mundo terá a mesma flexibilidade. Corpos são diferentes e se comportam de maneiras diferentes. Foque mais na abertura do seu coração do que do seu quadril. :)


Como saber se estou fazendo a postura certa?


Pra aprender as posturas corretamente você precisa de duas três coisas: Estudo, tempo e prática.

Estudo: O estudo vem em primeiro lugar. Esteja atento às instruções dos professores e procure sempre seguir uma sequência pré estabelecida.

Tempo: É bem provável que você tenha algum desafio em fazer as posturas pela primeira vez. E tudo bem! Isso é super comum. Com o tempo o seu corpo vai se adaptando e a sua mente vai ficando mais concentrada para executar certos movimentos.

Prática: Roma não foi feita em um dia e nem um Natarajasana :) Dizem que para fazer um ásana perfeitamente é necessário executá-lo 1000x. Mas também dizem que o objetivo do Yoga nunca deve ser apenas executar um ásana com perfeição. Portanto, pratique e virá. Sem idealizações, mas com comprometimento.


Todo alongamento é Yoga?


Não, nem todo alongamento pode ser considerado um ásana. Isso porque os ásanas são posturas específicas que trabalham o nosso corpo a nível físico e sutil, visando o movimento da energia vital pelos canais energéticos, e não apenas o alongamento do corpo.


Espero que essas perguntas respondidas tenham te ajudado a dar o seu primeiro passo na sua prática, Yogi. Vamos juntas?



Namastê,

Gabi
135 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page